Principais erros no preenchimento do Bloco K

A EFD ICMS IPI é composta por diversos registros, entre eles o Bloco K, onde é informado todo o controle da produção e dos estoques. Pode parecer simples, mas atender ao Bloco K exige muito mais do que uma gestão fiscal eficiente.

O volume de informações exigidas é denso, o mapeamento organizacional é minucioso e a apuração dos dados exige uma equipe altamente capacitada.

O que deve ser escriturado?

Todos os documentos fiscais e de uso interno correspondentes as entradas e saídas, produção, bem como as quantidades referentes aos estoques de mercadorias. Haverá registros específicos para a escrituração de dados de acordo com as operações da atividade da sociedade.

As informações serão cruzadas pela Receita Federal com o intuito de igualar a competitividade das empresas, controlar quantitativamente a produção e abolir problemas com manipulações de estoque e notas fiscais.

O fornecimento de dados sobre produção e estoque pode requerer informações sigilosas, o que exige atenção caso a caso.

Além disso, o preparo do contribuinte para obter aderência ao Bloco K completo ficou estremecido com publicação do Ajuste Sinief 25/2021, que liberou a transmissão mensal da forma completa, mas deixou claro aos contribuintes que devem estar preparados para apresenta-lo mediante exigência do fisco para fins legais e no prazo que os fiscais exigirem.  Quem não estiver preparado para gerar o arquivo completo, corre o risco de sofrer autuação.

Outros equívocos podem ocorrer durante a produção do arquivo, resultando em retrabalho para as organizações, por isso, fique atento a alguns itens, como por exemplo:

  • Diferenças entre o estoque registrado e estoque físico.
  • Declaração de indícios de omissões de receita.
  • Registro 0210 – BOM (Bill of Material) ou Ficha Técnica de produtos: em 06/10/21 o fisco optou por eliminar esse registro, sendo assim a partir de janeiro de 2022 não se faz mais necessário o envio dessas informações.

 

Empresas que não possuem o controle de produção e estoque terão maior dificuldade na criação do Bloco K.

Se você quer evitar conflitos de informações, o ideal é criar do zero um mapeamento do processo produtivo, das movimentações de estoque, das perdas ou quebras, movimentações existentes com terceiros até os ajustes de inventário, compras, vendas e outras operações.

Integrar conceitos e procedimentos de controle entre todas as áreas da empresa, como da contabilidade, TI, engenharia de produtos, produção e estoque, para garantir a coerência entre os dados é essencial. Atualmente existem softwares fiscais inteligentes, como por exemplo o GUEPARDO, que podem ajudar sua empresa nesse quesito trazendo muitos benefícios.

Contact Us
Contate-nos

Estamos sempre dispostos a ajudar, entre em contato conosco.

Ligue para nós:
+55 41 3593-3200
Ligue para nós:
+55 41 3593-3300
Envie uma mensagem Entre em contato