5 pontos importantes na escolha de um software fiscal

Ter um negócio legalizado no Brasil exige muita responsabilidade, principalmente quando se trata da parte tributária. O sistema é tão complexo que é praticamente impossível ter uma visão geral da área fiscal sem a ajuda da tecnologia.

Por isso, muitas organizações aderem ao uso de softwares fiscais para agilizar a rotina e minimizar riscos, afinal ninguém quer gastar dinheiro com multas que poderiam ser evitadas ou gastar horas e horas em apurações.

Ocorre que, investir em um software fiscal é algo que precisa ser algo planejado. É importante pensar estrategicamente no modelo que mais vai se adequar ao seu modelo de negócio, caso contrário esse processo poderá ocasionar ainda mais dor de cabeça para a sua empresa

Porque empresas investem em softwares fiscais?

Uma empresa no Brasil leva em média, 1.958 horas anuais calculando impostos e dados do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), mostram que em 30 anos, foram editadas e publicadas mais de 300 mil normas tributárias.

Monitorar tantas variáveis é um desafio e tanto, principalmente se a empresa tiver atuação a nível nacional, nesse caso, o número de normas a serem cumpridas pode chegar em torno de 4 mil.

Automatizar todo esse processo proporciona melhores condições de trabalho, poupando o tempo dos profissionais que precisam analisar e corrigir uma série de relatórios para o envio das obrigações, além de reduzir o risco de erros.

Como essa escolha impacta diretamente o orçamento da sua empresa?

Além do investimento de implementação, é imprescindível que o produto esteja em total compliance com a legislação vigente, caso contrário, você ainda terá de pagar multas inconformidades fiscais.

Para não haver impactos negativos para a sua empresa, listamos cinco itens importantes para se levar em consideração na escolha de um software fiscal.

1. Documentação técnica
Solicite a documentação técnica do produto, peça ao desenvolvedor que demonstre as capacidades analíticas do software, bem como exemplos de melhorias de performance e comparativos operacionais.

2. Suporte especializado
Certifique-se de que você terá um suporte adequado quando precisar de ajuda, pois no fim das contas, são nas atividades diárias que surgem dúvidas. Contar com uma equipe capaz de propor soluções que atendam às suas necessidades e que estejam de acordo com a complexidade do negócio é o ideal.

3. Agilidade na atualização
A entrega das obrigações fiscais sofre mudanças a todo momento, por isso é importante que o software contratado seja capaz de se adaptar a legislação vigente.

4. Segurança e estabilidade
Verifique a garantia de estabilidade, pois mesmo ao processar um grande volume de dados, o sistema precisa trabalhar de forma conciliada, mantendo relação ativa no preenchimento dos campos para identificar possíveis divergências.

5. Segurança e agilidade
Um software de qualidade possui certificações que atestam sua melhoria contínua e promovem o desenvolvimento tecnológico nas empresas para oferecer sempre a solução mais atualizada aos clientes.

Fazer uma pesquisa rápida sobre a empresa e sobre os clientes que ela já possui também é fundamental. Assim você já consegue verificar se o fornecedor é bem consolidado no mercado e qual o nível de satisfação dos clientes com os serviços prestados.

Um software inteligente tem muito a contribuir com o departamento tributário de uma empresa, pois oferece insights para que você possa aproveitar melhor os dados fiscais gerados pelo seu negócio.

Como podemos ajudar?

A NTT DATA Business Solutions possui uma equipe de experts quando o assunto é o fisco. Converse com um especialista e saiba como podemos te ajudar na escolha de um novo software fiscal com o menor impacto possível na sua operação.

Contact Us
Contate-nos

Estamos sempre dispostos a ajudar, entre em contato conosco.

Ligue para nós:
+55 41 3593-3200
Ligue para nós:
+55 41 3593-3300
Envie uma mensagem Entre em contato